De acordo com relatório o Facebook está seriamente pensando em lançar sua própria criptomoeda

O Facebook está pensando seriamente em criar sua própria criptomoeda, disse Cheddar na sexta-feira citando fontes bem próximas da empresa.

A empresa acaba de concluir sua maior reforma executiva em seus 14 anos de história que, entre outras coisas, permitiu a criação de uma nova divisão de blockchain liderada por David Marcus que até então era responsável pela equipe do Messenger.

A unidade de blockchain faz parte do grupos de Novas Plataformas e InfraEstrutura do Facebook liderado pelo diretor de tecnologia Mike Schroepfer e atualmente é composto por uma dúzia de funcionários que estão começando a explorar soluções de blockchain.

Embora confirmando a criação do time de blockchain em um post no Facebook no início da semana, O CEO Mark Zuckerberg não foi nem um pouco claro sobre o porque.

Fontes próximas a empresa alegam que este sigilo está sendo praticado por padrão e também é a razão pela qual a Blockchain foi deixada de fora dos roadmaps de produtos recentes do Facebook, apesar do fato da solução ter sido pesquisada em muito pela empresa no último ano.

Depois de trazer o especialista em desenvolvimento do Medium, Morgan Beller, em meados de 2017, o Facebook o encarregou de explorar oportunidades em blockchain tendo agora construído uma equipe inteira em torno desta idéia.

Mr. Macu que é o novo chefe de blockchain da empresa é um ex-presidente da PayPal e um dos primeiros investidores em Bitcoin que também foi nomeado para o conselho de criptomoedas da exchange Coinbase em dezembro passado.

“Esta nova equipe pequena estará explorando aplicações diferentes”, disse o porta-voz do Facebook ao Cheddar, sem dar mais detalhes sobre o assunto ou confirmar ambições de lançar uma nova criptomoeda.

Embora a criação de seu próprio token digital permita que ele crie uma nova criptomoeda, o Facebook não tem intenção de tentar levantar fundos por meio de uma oferta inicial de moeda ( ICO ) afirmam as fontes.

Uma nova moeda digital permitiria a empresa administrar um mercado online mais independente, embora o desenvolvimento provavelmente leve anos e várias aquisições, acreditam os especialistas.

O Facebook tem um experimento de moeda virtual bem falho em seu portfólio, chamado de Facebook Credits. O projeto foi apresentado em 2009 e tinha como objetivo apoiar as compras no aplicativo em jogos e apps dentro do Facebook mas ganhou pouca tração e foi descontinuado depois de dois anos.

Embora a blockchain serja a base das criptomoedas hoje a tecnologia como um todo tem implementações muito amis amplas e os registros digitais publicamente acessíveis podem permitir que o Facebook faça tudo, desde descriptografaar dados até verificar informações do usuário de uma maneira mais precisa e confiável.

O Google também vem explorando o segmento de blockchain a algum tempo de acordo com relatórios recentes.

Quem conhece a Steemit já sabe bem o porque eles estão pensando sobre isto. O Facebook principalmente seria bem afetado pelo crescimento desta rede, e, parece que eles realmente já viram que uma ameaça nova está aparecente e já a estão estudando.

 

Via Android Headlines

loading...