G20: “Criptomoedas Não São um Risco para o Sistema Financeiro Global”

De acordo com o que foi divulgado durante o G20 o Conselho de Estabilidade Financeira (FSB) que coordena o regulamento financeiro do do G20 (lógico né) disse que irá focar em rever o que já existe de regras em cima de criptomoedas, ao invés de criar novas.

E o Conselho ainda foi além pois conseguiu resistir à requisição de alguns membros que queriam regular moedas como o Bitcoin, já que com o crescimento deste mercado diversos reguladores cresceram o olho no mesmo. Aliás, este realmente foi o problema nos últimos tempos, o medo de regulação causou muitas variações no preço de todas criptomoedas.

O que o FSB deixou claro é que não há um consenso para a tomada de ações radicais já que é necessária uma maior coordenação internacional para preencher as diversas lacunas que há entre os países, e ainda, no monitoramento deste setor que evolui diariamente e gera volumes de dados enormes.

Como este mercado, mesmo no seu auge ainda vale menos que 1% do PIB global, concepção deles ele ainda não é um risco proeminente como muitos governos já estavam achando ser.

“A avaliação inicial do FSB é que as criptomoedas não representam riscos para a estabilidade financeira global neste momento”, disse o presidente do FSB, Mark Carney, em uma carta aos banqueiros centrais e ministros das finanças do G20 que se reunirão em Buenos Aires na segunda e terça-feira.

Carney que termina seu mandato como diretor do Banco da Inglaterra no ano que vem sinalizou que o seu sucessor iria receber um orgão mais focado na revisçao de regras já existentes e, não, um orgão que criasse mais e mais regras que poderiam causar mais problemas que ajudar.

O que ele deixou claro é que eles querem consertar as falhas que causaram a última crise e a FSB está tentando se afastar de criar novas regras e focar em aplicar o que já estava acordado nas reformas do G20.

O mercado ficou feliz e as criptmoedas já ganharam um fôlego com o Bitcoin subindo US$700 em duas horas.

No Brasil ele alcançou bons valores também. Mas este é um ano complicado. Vamos ver como o mercado ficará nos próximos dias.